Lesões do ombro e cotovelo

Nossos ombros e cotovelos são regiões muito suscetíveis a lesões e fraturas. Justamente por essa fragilidade, é importante abordar os principais problemas que acometem essas regiões. Hoje, vamos falar das principais lesões dessas áreas, bem como sobre os tratamentos atualmente disponíveis. 

As principais lesões do ombro

Pacientes que apresentam lesões nos ombros podem procurar ajuda médica após um episódio agudo de trauma ou quando sentem dor. O ortopedista então busca identificar exatamente a região lesionada, para tentar entender melhor a origem do problema. Em alguns casos, o médico pode lançar mão de exames de imagem, como a ressonância magnética  e o ultrassom.

Além das lesões agudas, problemas mais arrastados podem acometer os ombros. Nesses casos, além da dor, é comum que os pacientes apresentem sintomas como perda de força ou instabilidade. 

As principais lesões que acometem os ombros são:

  • Lesão na articulação acromioclavicular: essas lesões são comuns em indivíduos mais jovens. É comum que ela aconteça após o paciente cair sobre o próprio ombro, com os braços fechados. Nesses casos, quando existe uma ruptura no ligamento que conecta a escápula e a clavícula, diz-se que houve uma “separação no ombro”;
  • Lesão do manguito rotador: essa lesão pode ter múltiplas causas e geralmente acomete pessoas de meia idade. É comum que rompimentos na região provoquem dor. Essas lesões costumam acometer atletas e pessoas que exerçam trabalhos braçais com mais frequência;
  • Síndrome do ombro congelado: também conhecida como capsulite adesiva, essa síndrome acomete pessoas mais velhas e leva esse nome por restringir a movimentação do paciente. Geralmente está associada a um quadro de inflamação e pode se apresentar em ambos os ombros.

As principais lesões do cotovelo

As lesões no cotovelo podem acometer diferentes regiões e se apresentar de formas distintas. É comum que, além da dor, o paciente apresente inchaço e diminuição da mobilidade articular. Os diferentes diagnósticos que envolvem lesões no cotovelo incluem:

  • Osteoartrite: apesar de pouco comuns, processos inflamatórios degenerativos podem acometer essa região. Quando presente, a osteoartrite está muito associada a lesões prévias no cotovelo;
  • Epicondilite: também conhecida como “cotovelo de tenista” ou “cotovelo de golfista”, essa lesão acomete diferentes tendões da região do cotovelo e provoca dor na área afetada. É mais comum em atletas que realizam movimentos repetitivos com os membros superiores, como tenistas e golfistas;
  • Compressões nervosas: processos de compressão nervosa que acometem a região dos cotovelos podem provocar fraqueza e formigamento na região, podendo se estender até a mão. Os nervos ulnar, radial e mediano são comumente afetados.

Tratamentos disponíveis

Os tratamentos disponíveis para lesões no ombro e no cotovelo se estendem desde a fisioterapia até a cirurgia, em casos específicos. É importante, de toda forma, que a terapia de escolha seja acordada entre médico e paciente, para que se atinjam os melhores desfechos possíveis. Por isso, é indispensável contar com o acompanhamento de uma equipe capacitada e de confiança.