Por que alongamento é importante?

Você já se perguntou por que alongamento é tão importante? Nesse artigo você irá entender como o hábito de se alongar diariamente pode melhorar sua qualidade de vida!

Prevenção

Ter uma rotina diária de alongamentos é uma excelente forma de prevenção. Problemas de movimentação impactam negativamente a qualidade de vida, diminuindo a autonomia e dificultando a realização de tarefas rotineiras.

O hábito de se alongar melhora a postura e alivia a tensão muscular, fatores que podem gerar dores, desconforto e desencadear em problemas mais graves se não forem controlados.

Um exemplo comum disso é a dor na parte de trás das coxas, que surge quando ficamos muito tempo sentados. Essa tensão faz com que andar seja doloroso e mais difícil. Para aliviar isso, você pode se sentar no chão com as pernas estendidas e tentar tocar as pontas dos dedos dos pés com as mãos por alguns segundos.

Para quem tem problemas de equilíbrio, por exemplo, como é o caso de muitos idosos, o alongamento com regularidade é indispensável para diminuir os riscos de quedas!

Mobilidade

Um dos principais benefícios do alongamento é a manutenção da mobilidade. Quem pratica atividades físicas, por exemplo, sabe que garantir uma boa mobilidade é essencial para ter um bom desempenho no esporte.

Isso acontece porque o alongamento proporciona mais flexibilidade e uma maior amplitude de movimento para as articulações. Além disso, o alongamento aumenta o fluxo sanguíneo na região.

Apesar disso, essa prática pode ser prejudicial se não for realizada corretamente. Muitas pessoas se alongam antes de iniciar a atividade física, e isso pode ter resultados negativos. As fibras musculares podem ser danificadas quando o músculo está frio, e alguns estudos apontam que se alongar antes do esporte pode até piorar seu desempenho.

Por isso, não se esqueça do alongamento, mas sempre faça alguns minutos de aquecimento antes.

Por que alongamento diário?

São muitos os benefícios do alongamento, mas eles não surgem de uma hora para a outra. É preciso constância e tempo para sentir as melhorias, mas praticando todo dia logo você irá se acostumar!

As áreas que devemos dar mais atenção são as pernas, quadris, coluna, costas, ombros e pescoço. Existem diversos tipos de alongamentos específicos para cada parte do corpo, e consultar um especialista é uma boa ideia para aprender as melhores técnicas.

É normal que o alongamento cause uma sensação de queimação nos músculos, mas não deve doer. Ao sentir dores ou desconforto, ou se você tem alguma condição como artrite, procure atendimento ortopédico especializado!